Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Prémio Carreira Internacional Trienal Millenniumbcp

 

O Presidente da República vai entregar na sexta-feira, 27 de Julho, às 19 horas, no Museu da Electricidade, o Prémio Carreira Internacional Trienal Millenniumbcp.

O prémio visa distinguir, segundo o seu patrono, arquitecto Álvaro Siza Vieira “um percurso profissional na arquitectura e uma personalidade com actividade profissional de referência no seu país e no mundo”.

O galardão, uma peça do artista Pedro Cabrita Reis, será entregue durante uma cerimónia que conta com as presenças do Presidente do Conselho de Administração da Fundação EDP, Francisco de la Fuente Sánchez, do presidente do Conselho de Administração do Millenniumbcp, Paulo Teixeira Pinto, da presidente da Ordem dos Arquitectos, Helena Roseta e do Comissário Geral da Trienal de Arquitectura de Lisboa, José Mateus.

Na ocasião, o arquitecto Siza Vieira e o arquitecto Manuel Salgado falarão sobre a obra do arquitecto distinguido.

O nome do galardoado, que estará presente, só será revelado na cerimónia.

 

Portuguese President Cavaco Silva will deliver the Triennale Award for International Career, next Friday, July 27th, in the Electricity Museum.

This award aims to distinguish an architectural practice and a personality of great significance in his country and in the world. Architects Siza Vieira and Manuel Salgado will make a presentation of the awarded architect’s work, whose name and presence will only be revealed during the ceremony.

 

publicado por trienaldelisboa às 18:59
permalink | comentar
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

Inner City em exposição até 16 de Setembro

 

A exposição Inner City, de Arnie Zimmerman, vai estar em exibição no Museu da Electricidade até 16 de Setembro.

 

A exposição “Inner City”, na qual os vazios urbanos adquirem o sentido e a dimensão de metáforas da condição humana, resulta de um demorado trabalho conjunto de Arnie Zimmerman com Tiago Montepegado. No seguimento da colaboração com o arquitecto Tiago Montepegado, iniciada com a exposição “The Burden Fool and Other Stories” (Galeria Ratton, 2005), o escultor norte-americano começou a trabalhar “numa instalação de figuras e formas arquitectónicas abstractas mais elaborada, centrando a narrativa na cidade e nos seus habitantes.”

 

 

Arnie Zimmerman: “Comecei por construir um grupo de formas rectangulares simples e ocas com uma estrutura de paredes interiores. Estas estruturas tomam a forma de edifícios, estradas, muros, etc., evocando o ambiente urbano construído, embora sem pertencerem, do ponto de vista estilístico, a um tempo histórico específico. (...) A imposição de uma dimensão constante a todas as partes cria uma forte correspondência com a regularidade do mapa das ruas de Manhattan e com a forma como a maioria dos edifícios se apresentam paralelos ou perpendiculares aos “blocos” da grelha. (...) Muitas das personagens que vivem na minha cidade são os trabalhadores, “os tipos da rua”, os sem-abrigo, os que não pertencem à cidade mas que estão connosco. As perguntas que faço através da minha obra são: quem é importante na cidade? Quem faz diferença? Quem contribui para uma sociedade civilizada? Como defino a beleza e a fealdade numa cidade como Nova Iorque? Como é que as características externas dos moradores de Nova Iorque revelam as almas dos habitantes da cidade? Em que medida sou eu diferente dos outros residentes da cidade?”

 

Tiago Montepegado: “Inner City é uma instalação assumida no tempo em que acontece e pretende construir um território de interrogações. Um espaço em que o visitante se torna obrigatoriamente participante quando levado a atravessá-lo. É um conjunto de paralelos. Nunca se encontram. Nunca se cruzam e criam entre si um vazio ocupado por todos nós.

Não existem cidades assim. Ou serão todas as cidades assim? Será que só conseguimos ver o outro, quando vamos à janela e olhamos para o outro lado da rua?

Inner City acontece em Lisboa, em Nova Iorque, ou noutra qualquer cidade. Percorrer Inner City é uma demorada viagem através de linhas espessas. (...) Inner City é um conjunto de momentos rápidos, instantâneos, captados e moldados sem cor, ou com dois lados. São barros feitos casas, feitos fábricas, pontes sem princípio nem fim.”

 

imagens (no topo): Luís Leite

 

publicado por trienaldelisboa às 14:33
permalink | comentar

Exposição Siza Vieira prolongada até dia 9 de Agosto

 

A Exposição Monográfica Siza Vieira, que está patente no Pólo III da Trienal de Arquitectura de Lisboa, vai ser prolongada até ao próximo dia 9 de Agosto.

 

The monographic exhibition dedicated to the work of Siza Vieira that is located in the Electricity Museum, Pole III of the Lisbon Architecture Triennale, will be on display until August 9th.

 

imagem: Lígia Ribeiro

 

publicado por trienaldelisboa às 14:23
permalink | comentar

Fórum Trienal debate ordenamento do território

 

Esta sexta-feira, 27 de Julho, estará em debate no Fórum Trienal o actual modelo do Ordenamento do Território. A sessão irá decorrer a partir das 17 horas e conta com a presença do Secretário de Estado do Território e das Cidades, João Ferrão, bem como do arquitecto Nuno Portas, da arquitecta Sofia Morgado, de António Font, da ESTBA de Barcelona e ainda Inês Madariaga, da Universidade Politécnica de Madrid.

 

O actual modelo de gestão territorial, as suas entropias, falta de operacionalidade e a sobreposição de instrumentos de ordenamento, são algumas das questões que vão estar em discussão no debate que junta no Fórum Trienal, alguns dos mais especializados intervenientes para uma abordagem prospectiva desta problemática.

A arquitecta Sofia Morgado, investigadora na área do planeamento urbano, modera o debate que junta o secretário de Estado do Ordenamento do Território, João Ferrão e o arquitecto Nuno Portas, a dois investigadores espanhóis: Inês Madariaga, professora titular da Universidade Politécnica e António Font, comissário da Exposição “A Explosão das Cidade”, patente na Cordoaria Nacional, membro fundador do Laboratório de Urbanismo de Barcelona e membro do Comité Científico do Observatório de Metropolização no Espaço Mediterrânico.

 

Durante este dia, a partir das 15 horas, terá ainda lugar uma conferência de apresentação dos projectos premiados no Concurso Internacional para a Dinamização do Rio nas Margens do Médio Tejo. Estarão presentes os arquitectos do Ateliermob, autores da proposta vencedora, bem como do Wuda*wurfbaum Dantas Architects e do Atelier Rua.

 

O Concurso Internacional para a Dinamização do Rio nas Margens do Médio Tejo pretendeu seleccionar propostas para dinamizar uma extensão de 24 quilómetros, entre Abrantes, Constância, Vila Nova da Barquinha e Chamusca (Arripiado), tendo em conta o curso do Tejo naquele trajecto e a sua valorização cultural e turística.

O projecto do Ateliermob, o melhor classificado entre 23 propostas, sustenta-se no desenho de um percurso pedonal, «de traçado bem integrado na paisagem que acompanha o Tejo – eixo estruturante do próprio território – muito apoiada nos valores pré-existentes», sustenta o júri do concurso, presidido pelo arquitecto Gonçalo Byrne.

Além disso, o projecto vencedor prevê elementos de ajuda geo-referenciados, que permitem aos visitantes fazer pausas nos percursos a pé e, ainda de acordo com o júri, é o que melhor cumpre a intenção inicial de uma «intervenção mínima» realçando os «valores naturais e arqueológicos» daquela zona.

Os projectos apresentados deviam tirar o máximo partido da ‘paisagem natural’ existente, «sem recurso a materialidades impostas» e integrar-se nos investimentos já realizados em duas infra-estruturas: o Parque Almourol, um espaço centrado pelo castelo de Almourol e construído na base de actividades de recreio; e o Aquapolis, um parque urbano ribeirinho de Abrantes.

A equipa actual do Ateliermob é constituída pelos arquitectos Andreia Salavessa, Tiago Mota Saraiva, Carolina Condeço, Nuno Ferreira e Vera João.

Recentemente, o Ateliermob foi um dos 15 seleccionados para figurar na exposição Intervenções na Cidade, organizada pela Trienal de Lisboa. Esta exposição pode ser visitada no Pavilhão de Portugal até  31 de Julho.

A exposição de todos os trabalhos concorrentes e premiados no Concurso pode ser visitada até ao dia 26 de Julho no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha.

 

Para além da apresentação dos projectos vencedores do Concurso Internacional, irá ainda ser apresentado o número 2 da publicação PapelParede, dedicada ao tema Vazios Rurais. O PapelParede é uma publicação do Núcleo do Médio Tejo da Ordem dos Arquitectos.

O Fórum Trienal está situado no edifício da Cordoaria Nacional, tendo entrada livre.

 

Each week, the Triennale Forum hosts debate sessions on relevant urban issues. The Triennale Forum is located in Cordoaria Nacional, Pole II of the Lisbon Architecture Triennale.

 

publicado por trienaldelisboa às 13:57
permalink | comentar | ver comentários (3)
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Lisboscópio na Gulbenkian


 

Lisboscópio é o título de uma instalação criada por Amâncio (Pancho) Guedes e Ricardo Jacinto para a 10ª Exposição Internacional de Arquitectura Bienal de Veneza 2006 e que estará exposto nos Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian. A inauguração é amanhã, 19 de Julho pelas 18h00, e contará com a presença dos autores, da comissária Cláudia Taborda e de Luca Barbero, curador na Colecção Peggy Guggenheim (Veneza).

 

Lisboscope is a site-specific installation created by architects Amâncio (Pancho) Guedes and Ricardo Jacinto for the Venice Biennale of 2006. The project will now be on display in the Gardens of the Calouste Gulbenkian Foundation, in Lisbon. Official inauguration is scheduled for tomorrow, July 19th at 6pm, featuring the presence of the authors accompanied by the landscape architect Cláudia Taborda and curator Luca Barbero.

 

publicado por trienaldelisboa às 18:58
permalink | comentar
Quarta-feira, 11 de Julho de 2007

Dia da França


 

Dia da França na Trienal de Arquitectura de Lisboa: 13 de Julho de 2007

Descritivo (via Institut Franco-Portugais):

 

1 . Acolhimento do público no pavilhão francês da trienal

Durante este dia, das 10:00 às 12:00 e das 14:00 às 18:00, será assegurado o acolhimento do público para permitir um intercâmbio sobre a exposição apresentada, responder a eventuais questões e dar, se necessário, informações sobre a arquitectura em França, sobre as escolas, a formação. Será igualmente posta à disposição do público documentação específica sobre estas matérias.

 

2. Visita guiada a 6 locais da exposição EXTRA-MUROS

Às 11:00, encontro marcado com os amantes da arquitectura para ver in loco 6 módulos da exposição EXTRA-MUROS, no centro de Lisboa: Clube "Music Box", Cafetaria do Museu do Chiado, Livraria “Ler Devagar da Galeria ZDB, Sociedade de Geografia de Lisboa, Clube "Ondajazz", Restaurante "VerdePerto". Um elemento do Serviço de Cooperação e de Acção Cultural da Embaixada acompanhará o grupo (40 pessoas, no máximo) e comentará as fotografias dos projectos expostos.

 

3. Conferência "Donner envie d'aimer / Dar Vontade de Amar"

Às 16:30, na sala perto do pátio central do Pavilhão da Trienal, terá lugar uma mesa redonda com Patrice Goulet (comissário da exposição EXTRA MUROS), Pierre-Marie Goulet (cineasta) e Mathieu Poitevin (arquitecto).

O filme de Pierre-Marie Goulet será apresentado no início da mesa redonda. O crítico Nuno Grande aceitou moderar o debate e apresentar um contributo no início do mesmo.

 

4. « Performance » de Germain Bourré, designer

O restaurante do Pavilhão da Trienal porá à disposição de Germain Bourré a sua cozinha e um cozinheiro para a confecção dos seus "archisablés" que serão servidos ao público em vários momentos do dia. Germain Bourré, inspirado no universo dos “sablés” das festas alsacianas, propõe um jogo de acumulação de formas. Uma arquitectura, uma cidade, uma colina são construídas. A prova e os sabores evoluem à medida que se avança para o centro das bandejas (do salgado para o doce).

 

5. Concerto de O’QueStrada

Às 18:30, o grupo franco-português O’QueStrada dará um concerto no Pátio do Pavilhão da Trienal. Estes artistas, uma cantora e quatro músicos, considerados por entre os melhores representantes das « músicas do mundo », oferecem um programa saborosamente “mestiçado”, poético e com imenso humor.

 

6. Jantar de Baile do 13 de Julho

Para o jantar e o tradicional baile do 13 de Julho, a comunidade francesa escolheu o Pavilhão da Trienal, o seu restaurante e o bar. Esta festa é organizada pelo Conselheiro dos franceses em Portugal, sob a presidência de honra de Sua Excelência o Embaixador de França em Portugal. Os participantes serão acolhidos das 20:00 à meia-noite, mediante apresentação de convite pago.

 

France’s Day at the Lisbon Architecture Triennale: July 13th, 2007.

 

publicado por trienaldelisboa às 23:49
permalink | comentar
Segunda-feira, 9 de Julho de 2007

Álvaro Siza no Museu da Electricidade

 

A Exposição Monográfica dedicada à obra de Siza Vieira continua presente no Museu da Electricidade. É uma mostra de quase quatro dezenas de obras, construídas ou em projecto, apresentadas através de um vasto conjunto de materiais expositivos, desde esquissos, fotografias, desenhos de projecto, maquetas. Traça-se assim o “diário de bordo” do arquitecto do Porto, numa tentativa de revelar a sua personalidade e trajecto profissional. Inevitavelmente, destacam-se a Igreja de Santa Maria de Marco do Canavezes, o Museu de Serralves, a Piscina das Marés de Leça da Palmeira, bem como os recentes projectos do Pavilhão de Exposições em Anyang, da Adega Mayor e do Complexo Desportivo em Cornellà. A merecer ainda atenção particular uma projecção vídeo presente na parte final do percurso reúne uma compilação de várias filmagens com o arquitecto no seu atelier.

O Pólo III da Trienal está aberto até ao dia 27 de Julho, data em que decorrerá a entrega do Prémio Trienal, cerimónia que contará com a presença do próprio arquitecto Álvaro Siza Vieira.

 

 

 

 

The Monographic Exhibition dedicated to the work of Siza Vieira is located in the Electricity Museum, in Lisbon. An extensive display that includes sketches, technical drawings, miniature models and photographs, represents nearly forty projects that outline the work method of the architect born in Porto. His charismatic personality and professional style are represented in a vast number of materials related to the already built works and the architect’s projects. Featured works include the Church of Santa Maria de Marco de Canaveses, the Museum of Serralves, and the Leça da Palmeira Seaside Swimming Pool, as well as the recent projects of the Anyang Pavilion, the Mayor Cellar in Campo Maior and the Llobregat Sports Park in Cornellà.

 

Pole III of the Triennale will be open until July 27th.

 

publicado por trienaldelisboa às 01:52
permalink | comentar
Quinta-feira, 5 de Julho de 2007

Cordoaria Nacional

 

Prossegue no Cordoaria Nacional, Pólo II da Trienal de Arquitectura, a exposição “Áreas Metropolitanas – Século XXI”. Um grande espaço que oferece o retrato variado de projectos que diversas autarquias têm desenvolvido nas grandes áreas metropolitanas do país. Na sua enorme diversidade, traça-se o roteiro de intervenções qualificadas cuja dimensão pública tornou notáveis: requalificação de áreas ribeirinhas e espaços fabris, centros históricos, parques públicos, áreas periféricas e outras operações de escalas variáveis.

Complementarmente, apresenta-se o espaço “Promotores” e ainda a exposição “A Explosão da Cidade”, esta última dando a conhecer um vasto conjunto de transformações territoriais nos países da Europa do sul.

O Pólo II da Trienal está aberto até ao dia 28 de Julho.

 

 

 

“Metropolitan Areas – XXIst Century” is the main exhibition featured in Cordoaria Nacional, Pole II of the Lisbon Architecture Triennale. This presentation attempts to reveal a wide set of works and projects which municipalities and territory-managing entities are currently developing for expectant areas, the “urban voids” in the Metropolitan areas of Lisbon and Oporto.

Additionally, visitors can attend two complementary exhibitions: The “Promoters” space and “The Explosion of the City”; the last of which analyzes large-scale territorial transformations occurred in Southern Europe nations in recent years.

Pole II of the Triennale will be open until July 28th.

 

publicado por trienaldelisboa às 21:53
permalink | comentar | ver comentários (4)

Palestras Brasileiras

 

Os arquitectos brasileiros Abílio Guerra e Fernando Mello Franco vão proferir duas palestras no âmbito da Trienal de Arquitectura de Lisboa, nos próximos dias 9 e 10 de Julho. A entrada é livre.

Os dois arquitectos proferem as suas conferências em dois dias seguidos e em diferentes locais: no próximo dia 9, às 18 horas, no pólo II da Trienal, edifício da Cordoaria Nacional, Fernando Mello Franco dará uma conferência dedicada ao tema "Vilanova Artigas". Abílio Guerra, por seu lado, dedica a sua intervenção ao tema "Lúcio Costa, Modernidade e Tradição".

No dia seguinte as conferências terão lugar no Grande Auditório do Instituto Superior Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE, Av.ª das Forças Armadas, Lisboa), à mesma hora. Abílio Guerra abordará o tema "Casa Moderna em São Paulo" e Fernando Mello Franco dedicará a sua palestra a "MMBB".

 

Mais informação em trienaldelisboa.sapo.pt.

 

Brazilian architects Abílio Guerra and Fernando Mello Franco will carry out two consecutive sets of open conferences on the 9th and 10th of July.

July 9th, Cordoaria Nacional – Fernando Mello Franco: “Vilanova Artigas”; Abílio Guerra: “Lúcio Costa, Modernity and Tradition.

July 10th, ISCTE – Fernando Mello Franco: “MMBB”; Abílio Guerra: “Modern House in São Paulo”.

Conferences begin at 6pm. Free entrance.

 

For additional information, please visit trienaldelisboa.sapo.pt.

 

publicado por trienaldelisboa às 21:36
permalink | comentar
Quarta-feira, 4 de Julho de 2007

Novos Caminhos no Fórum Trienal

 

O Fórum Trienal prossegue no espaço da Cordoaria. Esta semana terá lugar um debate dedicado às Frentes de Infra-estruturas – Os Novos Caminhos do TGV, com a presença da secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, conjuntamente com o Comissário Geral da Trienal, arquitecto José Mateus, com o professor João Cabral, o arquitecto paisagista João Nunes, o engenheiro Adão da Fonseca e ainda o geógrafo Álvaro Domingues.

O debate é já amanhã, quinta-feira, a partir das 18 horas. Antes da sessão, por volta das 15 horas, o Fórum receberá os vencedores do Concurso “Vamos Fazer Cidade”, iniciativa promovida pelo Jornal Expresso em parceria com a Trienal de Arquitectura de Lisboa.

 

Each week, the Triennale Forum hosts debate sessions on relevant urban issues. The Triennale Forum is located in Cordoaria Nacional, Pole II of the Lisbon Architecture Triennale.

 

publicado por trienaldelisboa às 18:51
permalink | comentar
Quarta-feira, 27 de Junho de 2007

Encontros Arquitectura e Música - Festa de Encerramento

 

Os Encontros Arquitectura e Música chegam ao fim. A sessão de encerramento está agendada para sexta-feira, 29 de Junho, com uma festa no espaço Music Box a partir das 22h30.

 

Cycle Architecture and Music – Closure Celebration

The “Cycle Architecture and Music” is now at its end. The closure celebration will take place this Friday, June 29th, in the Music Box. The night party begins at 10.30 pm.

 

publicado por trienaldelisboa às 18:48
permalink | comentar

Fórum Trienal na Cordoaria

 

Todas as semanas, o Fórum Trienal acolhe sessões de debate sobre questões de relevo no âmbito da realidade urbana contemporânea. Esta quinta-feira, 28 de Junho, estará em foco o tema Frentes de Vazios Metropolitanos, Novos Caminhos da Coesão Territorial. O debate será moderado por Leonor Cintra Gomes, Presidente da Direcção da Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos, e conta com a participação de Paulo Gomes, Vice-Presidente da Comissão de Coordenação da Região Norte (CCDR-N), do arquitecto Rui Passos Mealha, do economista António Figueiredo e de Vítor Campos, Director da Direcção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano (DGOTDU).

O Fórum Trienal está situado na Cordoaria Nacional.

 

Each week, the Triennale Forum hosts debate sessions on relevant urban issues. The Triennale Forum is located in Cordoaria Nacional, Pole II of the Lisbon Architecture Triennale.

 

publicado por trienaldelisboa às 18:45
permalink | comentar
Quinta-feira, 21 de Junho de 2007

Dia da Irlanda na Trienal

 

A Irlanda tem em agenda um prometedor programa de eventos para a próxima segunda-feira, 25 de Junho, assinalando o Dia da Irlanda na Trienal de Arquitectura de Lisboa. Complementando a sua presença na Exposição Países do Pólo I, este dia fará do Pavilhão de Portugal um palco para uma série de actividades na área do teatro, música e cinema.

O Dublin Actors Group apresentará um conjunto de quatro peças intituladas “The Edge of the Void”, de Samuel Beckett, Behan, Eavan Boland e James Joyce. As exibições iniciam-se às 11h15 horas, sendo os intervalos ocupados com apresentações pontuais da exposição da Irlanda comissariada por Peter Carroll (A2 Architects) e Peter Cody (Boyd Cody Architects).

O dia conta também com a presença do Quarteto de Cordas de Lisboa, estando marcada para o intervalo entre as 14 e as 17 horas a actuação do grupo irlandês de música Melting Pot.

Por volta das 17 horas terá lugar a projecção do filme “Pavee Lackeen” de Perry Ogden, e entre as 19h e as 20 horas será ainda realizada uma conferência com os Grafton Architects, cujo projecto Urban Edge integra a exposição Line to Surface: Urban Void/Extended City. Um dia a não perder, para assinalar a presença estimulante da Irlanda nesta Trienal.

 

 

 

 

Ireland Day

 

Commemorating Ireland’s day at the Lisbon Architecture Triennale, this Monday, June 25th,  the Portugal Pavilion will host a promising set of events. The Dublin Actors Group will perform a series of small plays titled “The Edge of the Void”, by Samuel Becket, Behan, Eavan Boland and James Joyce. Performances begin at 11.15 am. The film “Pavee Lackbeen” directed by Perry Ogden will be screened at 5pm, and a conference with Grafton Architects will take place between 7 and 8 pm. The Grafton Architects are presenting their project Urban Edge, that is featured as a part of the exhibition Line to Surface: Urban Void/Extended City.

 

imagens: Fernando Guerra | FG+SG - Fotografia de Arquitectura

 

publicado por trienaldelisboa às 17:28
permalink | comentar

Conferência com Paulo Mendes da Rocha

 

O arquitecto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, laureado com o Prémio Pritzker em 2006, fará uma conferência no Grande Auditório do Instituto Superior Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) no próximo dia 25, às 19 horas. Uma oportunidade única para conhecer aquele que é amplamente reconhecido como um do mais importantes arquitectos do Brasil.

Paulo Mendes da Rocha iniciou a sua carreira nos anos 50 onde integrou a vanguarda da Escola Paulista. Inspirado pelos princípios e linguagem do modernismo, desenvolveu uma obra arquitectónica “crua, limpa, clara e socialmente responsável”, utilizando materiais simples e formas arrojadas, enfatizando a dimensão ética do trabalho da arquitectura.

 

Conference with Paulo Mendes da Rocha

 

Brazilian architect Paulo Mendes da Rocha, awarded with the Pritzker Prize in 2006, will attend a conference in the Auditorium of the University Institute of Management, Social Sciences and Technology (ISCTE, Lisbon), June 25th at 7pm.

Paulo Mendes da Rocha began his career in the 1950s and was part of what was then considered the avant-garde in São Paulo. Inspired by the principles of modernism, he has persistently devoted his career to the creation of buildings and spaces guided by a sense of responsibility toward the residents of his buildings and the broader society. Though highly respected throughout South America, he did not receive widespread international recognition until 2000 when he received the Mies van der Rohe Prize for Latin American Architecture. Mendes da Rocha is presently acknowledged as one of the most outstanding architects of Brazil.

 

publicado por trienaldelisboa às 00:51
permalink | comentar
Sábado, 16 de Junho de 2007

As muitas exposições da Trienal

 

Foi ontem inaugurada a exposição monográfica dedicada a Álvaro Siza, que estará patente no Museu da Electricidade até ao dia 27 de Julho. Encontram-se assim abertos ao público todos os Pólos da Trienal de Arquitectura.

 

O Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, constitui o ponto de partida para o longo percurso das muitas exposições da Trienal. Ali se encontram seis exposições temáticas, distribuídas sequencialmente, segundo a instalação compositiva da autoria de Ricardo Bak Gordon.

A Exposição Países abre o roteiro com uma mostra diversificada da produção arquitectónica de 12 países: Alemanha, Canadá, Chile, China, Eslovénia, Espanha, França, Holanda, Irlanda, Japão, México e Moçambique. Uma interessante visão de contrastes, por vezes marcados pela irreverência, outras pela complexidade de factores e contingências locais, mas sempre exemplares da emergência de novos desempenhos arquitectónicos no contexto global.

A Exposição Portugal faz o contraponto do percurso da arquitectura portuguesa e a sua trajectória perante a mudança de paradigmas políticos – do Estado Novo à plena integração no contexto Europeu.

Entre o exercício prospectivo da Exposição Paisagem – Lugares e Transferência – num olhar especulativo das implicações resultantes da eventual desocupação da extensa área actualmente ocupada pelo Aeroporto da Portela, às propostas provocadoras da Exposição Intervenções na Cidade, passando ainda pelo dinamismo dos projectos que integram a Exposição Universidades, oferece-se ao visitante uma visão alargada sobre um panorama de produção arquitectónica enquanto espaço de complexidade e integração, uma plataforma para a reflexão sobre as potencialidades e os problemas urbanos do nosso tempo, numa fusão de dinâmicas locais e globais.

Em destaque, a Exposição Arquitectos Convidados – Nascidos nos Anos 50 – que coloca em presença cinco autores de percurso profissional consolidado mas cujas produções se revelam diversas, se não mesmo contraditórias. Figuram espaços expositivos de Zaha Hadid, Mansilla+Tuñón, João Luís Carrilho da Graça, Eduardo Souto de Moura e Diller&Scofidio+Renfro (esta última com a apresentação do projecto de recuperação da High Line, incluindo a notável maquete da proposta que esteve em exposição no MOMA – Museu de Arte Moderna em Nova Iorque).

 

Daremos a conhecer, nos próximos dias, os restantes pólos da Trienal.

 

 

The many exhibitions of the Triennale

 

Álvaro Siza’s monographic exhibition is officially open and will stand in the Electricity Museum until July 27th. The four primary Poles of the Lisbon Architecture Triennale are therefore open to the public.

The Portugal Pavilion, located at the centre of today's Parque das Nações, in the eastern part of Lisbon, is the starting point to the many exhibitions of the Triennale. The Pavilion holds six thematic exhibitions distributed through a sequence of internal spaces specifically designed by Ricardo Bak Gordon.

The Countries Exhibition is the point of departure, featuring a diverse presentation of the architectural production of 12 countries: Germany, Canada, Chile, China, Slovenia, Spain, France, Holland, Ireland, Japan, Mexico and Mozambique. A view of interesting contrasts, often noticeable by their irreverence, others by a complexity of factors and local contingencies, but always exemplary of new architectonic performances in the global context.

The Portugal Exhibition presents the recent progression of the contemporary Portuguese architecture, in a trajectory throughout the political and social changes of its European situation.

From the prospective exercise of the Landscape Exhibition – an exploratory view of possible urban transformations in an extensive area currently occupied by the Lisbon Airport – to the provocative proposals awarded by the Competition Interventions in the City, and the projects featured in the Universities Exhibition, the viewer is rewarded with an extensive panorama of architectural production as a platform for reflection on the complex urban issues of our time, in the balance between local and global dynamics.

A final word to the Guest Architects Exhibition – Born in the 50’s – that gathers five architects from different cultural atmospheres. This exhibition features projects by Zaha Hadid, Mansilla+Tuñón, João Luís Carrilho da Graça, Eduardo Souto de Moura and Diller&Scofidio+Renfro (presenting the High Line project, including the remarkable large-scale model of the proposal that was displayed in MOMA).

 

External views of the Portugal Pavilion, at the top: Pedro Silva

 

publicado por trienaldelisboa às 11:25
permalink | comentar | ver comentários (1)

A cidade como arquitectura

 

Um debate a não perder, no Porto, já amanhã: 4 gerações de arquitectos analisam a sua relação com o livro “A Cidade como Arquitectura” escrito por Nuno Portas em 1969. Uma conversa entre Nuno Portas, Gonçalo Byrne, Francisco Barata, Nuno Grande e Pedro Bandeira. Auditório de Serralves, Domingo, 17 de Junho às 21h30.

 

City as architecture

 

In Oporto, a debate not to be missed: 4 generations of architects reflect on their relationship with the book “City as Architecture”, written by Nuno Portas in 1969. A conversation with Nuno Portas, Gonçalo Byrne, Francisco Barata, Nuno Grande and Pedro Bandeira. Serralves Auditorium, Sunday, June 17th, 9.30 pm.

 

publicado por trienaldelisboa às 10:00
permalink | comentar | ver comentários (4)
Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Conferência de Siza Vieira no CCB

 

Conferência de Álvaro Siza Vieira, com José Mateus, Gonçalo Byrne e Ricardo Carvalho. Sexta-feira, 15 de Junho, no CCB. Entrada livre.

 

Conference with Álvaro Siza Vieira, followed by a conversation with José Mateus, Gonçalo Byrne and Ricardo Carvalho. Friday, June 15th at the CCB - Belém Cultural Center, Lisbon. Free entry.

 

publicado por trienaldelisboa às 19:32
permalink | comentar
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

A Trienal vai começar


 

A Trienal de Arquitectura de Lisboa começa amanhã. Vão ser dois meses repletos de eventos e locais para visitar. Para tornar as coisas mais fáceis, foi criado o Grupo da Trienal de Arquitectura de Lisboa no Plazes. Inscrevam-se e façam parte da actividade ou visitem e fiquem a conhecer os locais onde tudo vai acontecer.

 

The Triennale is about to begin

The Lisbon Architecture Triennale begins tomorrow. These will be two eventful months with many places to visit. To make things a little easier, the Triennale Group was created on Plazes. Get signed in to be a part of the activity or visit and get to know the locations where everything will take place.

 

publicado por trienaldelisboa às 15:28
permalink | comentar
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

Participar – Passar à Prática

Parque Mayer é tema de debate. A situação dos terrenos do Parque Mayer vai ser debatida no Museu da Ciência, em Lisboa, a 17 de Abril.

O arquitecto Nuno Teotónio Pereira, a arquitecta paisagista Manuela Raposo Magalhães e o director da empresa Produções Fictícias Nuno Artur Silva são os convidados do segundo debate do ciclo «Participar – Passar à Prática». A moderação está a cargo da socióloga Luísa Schmidt.

Este ciclo é organizado pela direcção da Secção Regional Sul (SRS) da Ordem dos Arquitectos, pelo Instituto de Ciências Sociais e pela empresa de soluções tecnológicas YDreams.

Esta iniciativa tem, na origem, uma proposta do arquitecto Nuno Teotónio Pereira que, no final de 2006, sugeriu que a Ordem dos Arquitectos organizasse um debate sobre o futuro do Parque Mayer.

A direcção da SRS aceitou essa proposta e decidiu alargar o debate a outros temas e áreas da cidade, convidando projectistas, técnicos municipais e autarcas, promotores e investigadores. No passado dia 6 de Abril, o ciclo arrancou com um debate sobre participação pública.

 

Os próximos debates têm por tema o aterro da Boavista e o Plano Director Municipal de Lisboa, ambos em data a anunciar.

 

«Participar – Passar à Prática»: 17 de Abril às 21 horas, Anfiteatro Manuel Valadares, Museu da Ciência da Universidade de Lisboa, Rua da Escola Politécnica, nº 58 (Edifício da antiga Escola Politécnica, ao Príncipe Real).

 

publicado por trienaldelisboa às 23:36
permalink | comentar


trienal de arquitectura de lisboa
lisbon architecture triennale

_
_

sobre / about

A Trienal de Arquitectura de Lisboa, a realizar entre 31 de Maio e 31 de Julho, pretende constituir-se como um “Festival” de arquitectura participado pela comunidade local para atrair um público internacional (mais informação em trienaldelisboa.sapo.pt).
O Blogue da Trienal dará uma cobertura actualizada e participada de todos os acontecimentos do evento.

_
The International Architecture Triennale of Lisbon 2007, happening between May 31 st and July 31 st, aims to become a ‘Festival’ of architecture, participated by the local community and able to attract an international audience (find more in trienaldelisboa.sapo.pt).

destaques / highlights


_

_
Vazios Urbanos / Urban Voids
Catálogo expositivo, Caleidoscópio.
Exhibition catalog, Caleidoscópio.

_

_

_
Espaço / Space
Música de Mário Laginha. Em concerto, Culturgest, 26 de Junho. CD já à venda.
Music by Mário Laginha. In concert, Culturgest, June 26th. CD out now.

notícias / news (pt)

_
Vittorio Gregotti recebe Prémio Trienal Millenniumbcp 2007-07-30
_
Encerramento da Trienal no exterior do Pavilhão 2007-07-27
_
Outdoors das Intervenções da Cidade já estão na rua 2007-07-27
_
Farol Museu de Santa Marta inaugura amanhã 2007-07-26
_
Cavaco Silva entrega Prémio Trienal Millenniumbcp 2007-07-25
_
Lisboscópio na Gulbenkian até 12 de Agosto 2007-07-23
_
Ordenamento do território em debate 2007-07-23
_
Exposição Siza Vieira prolongada até dia 9 2007-07-23
_
Arte Pura cancela apresentação 2007-07-19
_
Aires Mateus, Frederico Valssassina, Gonçalo Byrne e Nuno Mateus apresentam projectos imobiliários 2007-07-16
_
Princesa do Luxemburgo visita Trienal 2007-07-17
_
Projectos de empresas no Fórum Trienal 2007-07-16
_
Luca Barbero na Gulbenkian 2007-07-16
_
Conferência sobre Médio Tejo no Fórum Trienal 2007-07-16
_
Dia do Japão na Trienal 2007-07-14
_
Intervenções na Cidade no Fórum e na rua 2007-07-14
_
Trienal em Cascais 2007-07-13
_
Trienal grátis no dia 15 2007-07-12
_
Resultados Concurso de Ideias Galp 2007-07-06
_
Desertificação urbana no Fórum Trienal 2007-07-06
_
Livro de Rui Tavares no Lounge Trienal 2007-07-06
_
13 de Julho: Dia da França na Trienal 2007-07-05
_
Palestras brasileiras na Trienal 2007-07-03
_
Prémios e debates no Fórum Trienal 2007-07-02
_
Arquitectura virtual a 4 Julho 2007-07-02
_
A caminho do país das maravilhas 2007-07-02
_
Candidatos à CML visitam Trienal 2007-07-02
_
Visita à Trienal a partir do Porto 2007-07-02
_
Trienal promove visitas guiadas 2007-06-28
_
Uma Bolha de Neve no Pavilhão de Portugal 2007-06-28
_
Vencedores do Concurso Trienal Universidades 2007-06-27
_
Nunes Correia na Trienal de Lisboa 2007-06-27
_
Festa de Encerramento dos Encontros A&M 2007-06-26
_
Frentes de Coesão no Fórum Trienal 2007-06-26
_
Scape na Culturgest 2007-06-25
_
Frentes de Terra no Fórum Trienal 2007-06-21
_
Entrega dos prémios APDL 2007-06-20
_
Fórum Trienal inaugura hoje 2007-06-20
_
Paulo Mendes da Rocha na Trienal 2007-06-19
_
Teatro, música, cinema e conferências no Dia da Irlanda 2007-06-18
_
Rafael Toral na Gulbenkian 2007-06-18
_
Resultados Concurso Núcleo Universidades 2007-06-18
_
Visitas guiadas à Trienal 2007-06-18
_
Candidatos à CML visitam Trienal 2007-06-18
_
Pólo III da Trienal inaugura amanhã 2007-06-14
_
Concurso Médio Tejo em exposição itinerante 2007-06-13
_
Conferência de Siza Vieira no CCB 2007-06-12
_
Itinerário do Sal na Gulbenkian 2007-06-10
_
Pólo II da Trienal inaugura hoje 2007-06-10
_
Diogo Seixas Lopes na Conferência Internacional 2007-06-08
_
Saskia Sassen na Conferência Internacional 2007-06-05
_
Mark Wigley na Conferência Internacional 2007-06-03

links

_
Trienal de Arquitectura de Lisboa
_
Trienal Flickr Pool
_
OASRS
_
OASRN
_
Arquitectos.pt
_
Road to Wonderland
_
Galeria Luís Serpa
_
Kubik Lisboa
_
Cultour
_
Arquitectura.pt
_
Portal Vitruvius

tags

todas as tags

 

arquivos / archives

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

artigos recentes / recent posts

Prémio Carreira Internaci...

Inner City em exposição a...

Exposição Siza Vieira pro...

Fórum Trienal debate orde...

Lisboscópio na Gulbenkian

Dia da França

Álvaro Siza no Museu da E...

Cordoaria Nacional

Palestras Brasileiras

Novos Caminhos no Fórum T...

Encontros Arquitectura e ...

Fórum Trienal na Cordoari...

Dia da Irlanda na Trienal

Conferência com Paulo Men...

As muitas exposições da T...

A cidade como arquitectur...

Conferência de Siza Vieir...

A Trienal vai começar

Participar – Passar à Prá...

email

trienal.blog@oasrs.org

blogger

Daniel Carrapa
RSS